domingo, 28 de junho de 2015

Se vejo logo desejo


A beleza de ver e rever
o sol nascer
me deixa besta igual ao cego
quando ouve o rouxinol
imaginando-o comendo ameixa...

A beleza de ver
o sol se pôr
me deixa às vezes triste
porquê me vem o luar...
que de tão lindo, penso imagino
mas não nego..

-Ó rouxinol sem canto
um pardal no bico do corvo
sem bico pra cantar!

O nêgo meigo na treva se queixa pelo descantar
tão sonhado pelo imaginário

( ? )
Que amanheça a beleza
dos cantares do nascer do sol!


Nenhum comentário:

Postar um comentário